8 lugares fantásticos para visitar na Itália

A Itália sem dúvida nenhuma é maravilhosa e cheia de lugares fantásticos para se visitar. Não é atoa que é uma das metas de turismo mais visitadas do mundo. Na Itália você pode encontrar paisagens e lugares para todos os gostos.

Dicas de lugares para visitar na Itália

Para os amantes da natureza, existem vários parques protegidos pela UNESCO tanto na montanha como no mar. Os românticos podem apreciar as cidadezinhas mais charmosas e aconchegantes para se deliciarem com um bom vinho a dois no inverno ou um aperitivo no verão. Os amantes da arte podem percorrer ruas e becos de cidades históricas, admirando os mais variados tipos de construções e obras que transbordam por todos os cantos.

Selecionei apenas alguns lugares que considero imperdíveis para se visitar na Itália, fugindo um pouco do turismo de massa. Adoro tudo o que se refere à natureza e paisagens com lagos, mas também tenho um grande fascínio pelo período medieval. Por isso foram escolhidos alguns lugares que para mim são mágicos e sugestivos. A Itália é um país que merece ser conhecido aos poucos, em várias doses, para aproveitar do melhor modo possível tudo o que ela oferece.

1 Vernazza – Cinque Terre (Liguria)

Vernazza se localiza dentro do Parque Nacional das Cinque Terre.  O Parque é composto de 5 pequenos vilarejos isolados e de difícil acesso. Para chegar a Vernazza é aconselhável usar o trem, visto que a estrada que liga as cidadezinhas é muito perigosa e estreita. O centro de Vernazza é mágico e deve ser explorado com calma. A cada rua ou beco é possível obter uma enquadratura surpreendente não importando o quanto inexperto você seja em fotografia.

Em Vernazza existe uma quantidade enorme de trilhas que permitem observar a cidade sob diferentes ângulos. É importante usar calçados adequados, visto que os percursos atravessam trilhas rochosas e com grande inclinação.

Por localizarem-se dentro do Parque Nacional das Cinque Terre, que é uma área marinha protegida e pensada para o turismo sustentável, existem poucas possibilidades para a hospedagem. O ideal é dormir em La Spezia de onde parte o trem.

Vista panoramica de Vernazza na Liguria cidade para visitar na Itália

 

2 Gradara – Pesaro e Urbino (Marche)

A Rocca di Gradara com o seu burgo fortificado se apresenta como uma das estruturas medievais mais bem conservadas da Itália. É considerada a capital medieval. O muro que circunda e protege o vilarejo se estende por mais de 800 metros tornando o complexo muito imponente.

Gradara se localiza a poucos quilômetros da riviera romagnola (famosa pelas praias de Rimini e Riccione) em um cenário medieval encantador.  É uma ótima sugestão para visitar na Itália em um roteiro que inclui Rimini, San Marino, San Leo e Urbino.

Em Gradara existem sempre eventos culturais relacionados com os costumes medievais. Nas suas ruazinhas se encontram personagens medievais que fazem teatro a céu aberto contando um pouco da vida diária dentro de um burgo medieval. Gradara é famosa também pela história de amor entre  Paolo e Francesca que terminou em tragédia. Merece ser visitada por todo o seu fascínio, romantismo e beleza. Oferece ainda restaurantes que merecem ser incluídos em um turismo gastronômico.

vista aerea do burgo medieval de Gradara

 

3 Trulli de Alberobello – Bari (Puglia)

Os trulli de Alberobello fazem parte do Patrimônio da Humanidade da Unesco e são essas construções em forma de cone únicas no mundo.

O nome deriva do grego τρούλος e significa cúpula. Indica as construções cônicas de origem pré-histórica feitas em pedra seca. A particularidade dessas construções é que são feitas com pedras cálcareas sem o uso de qualquer elementos que as ligue (barro, cimento, etc). São feitas sem janelas, mas por serem de pedras e construídas sobre uma planta circular, a temperatura interna é sempre agradável. Ideal para a região que possui um clima quento no verão e frio no inverno.

Hoje em dia, poucas casas são de moradia. A maioria foi transformada em negócios. Existe a possibilidade de se hospedar em um trulli, mas o preço é bastante alto. Alguns trulli foram transformados em hotéis de luxo.

os trulli de alberobello vista do alto

 

4 Palio di Siena – Siena (Toscana)

Já imaginou assistir a uma competição hípica do período medieval em plena praça central da cidade (Piazza del Campo). Em Siena, isso é possível! O Palio de Siena é uma competição entre os moradores da cidade, dividida em distritos (contrade) em 1729. A primeira corrida de cavalos entre contrade teve início em 1644.  O Palio se tornou um evento importante para os moradores de Siena que desde essa data realizam a competição sem nunca a terem interrompido .

Existe muita rivalidade entre os distritos que competem ferozmente para terem a sua contrada vencedora. Desde pequenos os pais vestem as crianças com as cores da contrada e estimulam a competição.

É uma festa muito bonita que ocorre em somente duas datas: 2 de julho e 16 de agosto. O município de Siena aproveita o período de férias para atrair mais turistas.

A curiosidade dessa corrida é que a praça todo o ano é transformada em uma pista hípica. São descarregadas toneladas de areia para fazer o traçado circular da corrida em torno da praça. É criada uma estrutura fechada redonda no meio da praça onde o público pode assistir gratuitamente ao Palio. Sem dúvida nenhuma é uma manifestação única, onde é possível se sentir em pleno período medieval.

desfile das contrade do palio de siena

 

5 Dolomitas (Trentino Alto Adige)

A cadeia montanhosa das Dolomitas localiza-se no norte da Itália estendendo-se por 3 regiões distintas: Trentino Alto Adige, Friuli Veneza Giulia e Veneto. As Dolomitas são conhecidas também pelo nome de montanhas rosas e fazem parte do Patrimônio da Humanidade da Unesco.

As paisagens no verão são verdes e floridas e no inverno a neve não falta. Nessa região existem as melhores pistas de esqui e se realizam jogos olímpicos de inverno.

As cidades mais badaladas e turísticas são: Madona di Campiglio, considerada a Rainha das Dolomitas; a prestigiosa Ortisei na Val Gardena; a chique e elegante Cortina d’Ampezzo também chamada de Pérola das Dolomitas; San Candido e Brunico na Val Pusteria na divisa com a Áustria.

paisagem bucolica das dolomitas

 

6 Águas termais de Saturnia – Grosseto (Toscana)

O complexo de águas termais de Sartunia localiza-se ao sul da Toscana e é um dos mais famosos do mundo pela beleza do lugar e pelas propriedades benéficas e curativas das suas águas.

O ingresso na cascata do moinho (Cascata del Mulino) é grátis e as águas formam piscinas naturais que são muito amadas para banhos relaxantes e também tratamentos de saúde. Você pode obter outras informações sobre fontes termais da Toscana dentro do artigo Conhecendo o Val d’Orcia na Toscana


cascata dos moinhos das aguas termais de saturnia na Toscana

 

7 Camaldoli – Arezzo (Toscana)

Camaldoli localiza-se dentro do Parque das Florestas Casentinesi, Monte Falterona e Campigna que surpreendem pela beleza da sua natureza. A estrada para chegar até Camaldoli é tortuosa e em subida. Normalmente, quem tem problemas com curvas, vomita. Não é um percurso muito amigo das crianças. O panorama que se vislumbra viajando pelo Passo dei Mandrioli, como é chamado esse trajeto que liga o Appenino Romagnolo com o Appenino Toscano, é espetacular.

Camaldoli é frequentada, principalmente, pelos italianos da Romagna e Toscana não sendo uma meta turística. É conhecido principalmente por quem busca paz espiritual e necessita de um momento de oração. A Camaldoli se encontra um dos poucos monastérios existentes na Itália de monges Benedettini eremitas. Eles vivem isolados dentro do monastério onde realizam orações diárias e não tem contato com o mundo externo.

Os monges eremitas se estabeleceram em Camaldoli por volta do ano de 1012. Eles são famosos por suas receitas farmacêuticas feitas com as plantas medicinais encontradas dentro das Florestas Casentinesi.

No vilarejo de Camaldoli existe somente um lugar para a hospedagem e é gerenciado pelos padres católicos. Aceitam somente pessoas que desejam fazer um retiro de silêncio e oração. No vilarejo se encontra uma das farmácias mais antigas da Itália com um museu ao interno de objetos usados para preparar medicinais no período medieval.  Um dos meios de subsistência dessa comunidade de eremitas é a preparação de produtos medicinais e cosméticos a base de plantas medicinais, que são vendidos ao público na Antica Farmacia di Camaldoli.

Para chegar até onde vivem os monges eremitas se deve percorrer uma estrada em subida em meio ao bosque. Muitas pessoas sobem a pé para aproveitarem a paz do local e o contato com a natureza. A vista é linda, mas pouco aconselhável para se visitar no inverno.

 

monge eremita caminhando no eremo de camaldoli

 

8 Grazzano Visconti – Piacenza (Emilia-Romagna)

Grazzano Visconti é um burgo medieval localizado ao sul de Piacenza. Foi um dos primeiros burgos medievais que visitei na Itália.  Foi a partir de então que me apaixonei pelas histórias dos castelos e burgos medievais italianos. Você vai adorar passear pelas ruazinhas de Grazzano Visconti que parecem ter saído de um filme ou conto de fadas. Esse pequeno burgo tem uma atmosfera muito romântica e é ideal para passar um dia. É cheio de lojinhas de souvenirs temáticas e restaurantes. É uma boa alternativa para incluir em um roteiro de Milão e redondezas.

Uma curiosidade sobre Grazzano Visconti é que as ruínas do vilarejo datam de 1300, mas foi restaurado e ampliado no início de 1900. Isso significa que somente a igreja de Sant’Anna é do período medieval, o resto foi projetado pela família dos Viscondes de Modrone que gerenciam o local até os dias atuais.

 

Imagem wikipedia - Borgo di Grazzano Visconti 3
Imagem wikipedia – Borgo di Grazzano Visconti 3

Escreva seu comentário