Como se casar na Itália: da organização dos preparativos à festa

Procurando dicas úteis de como se casar na Itália? Que tal conhecer mais sobre a organização de um casamento na Itália, dos preparativos à festa?

A Itália é o destino ideal para um casamento de conto de fadas. Não é atoa que existem um grande número de pessoas que buscam informações na internet de como se casar na Itália. É tanta a procura por lugares para a realização de casamentos na Itália que existem muitas agências de matrimônio especializadas somente em realizarem destination wedding, organizando todos os preparativos para os estrangeiros que sonham em se casarem na Itália.

Aqui onde moro existe uma agência que organiza casamentos nos lugares mais bonitos da Itália. Se bem que casar na Itália exige pouco trabalho na escolha do lugar onde realizar a festa de casamento. Você não vai precisar de dicas de como se casar na Itália fazendo as mais belas fotos porque independentemente da location escolhida as fotos serão sempre maravilhosas. Se você tiver o azar que chova no seu casamento, as fotos não serão prejudicadas pois existem um monte de prédios históricos que permitem que sejam realizadas fotos de casamento nos seus interiores. Eu, por exemplo, me casei no interior de Rimini, mas como tudo é perto, tive fotos realizadas no agriturismo que escolhemos no meio das colinas rimineses e fotos na beira mar.

Como se casar na Itália: a organização dos preparativos

Os preparativos para um casamento na Itália requerem no mínimo 6 meses de antecedência antes da data escolhida. Dependendo do mês que será realizada a união, pode ser um verdadeiro pesadelo conseguir datas nas igrejas e restaurantes e/ou catering com agenda vazia. Os meses mais indicados para um casamento na Itália são de maio a setembro, pois a temperatura é mais agradável e chove menos. Entretanto, existem pessoas que escolhem dezembro e celebram o casamento com a neve.

Eu e meu marido escolhemos o mês de setembro para casar na Itália, por dois motivos: eu já teria concluído a minha dissertação de mestrado e poderíamos viajar para a lua-de-mel sem nenhuma preocupação e também porque teríamos menos possibilidade de termos problema com o clima.

Depois de decidido o mês e fixada a data na igreja começa a correria para organizar todos os preparativos do casamento, incluindo, convites de casamento, escolha do vestido, alianças, serviço fotógrafico, location, restaurante ou catering e cardápio, bombonieres, lista de convidados, cerimônia, música, etc. Prepare também o bolso, porque as despesas são altas.

Convites de casamento

Os convites de casamento na Itália mais comuns são aqueles feitos em gráficas com um milhão de modelos e formatos à escolha. Entretanto, os convites mais caros e chiques são os realizados a mão e fechados com a cera-laca com as iniciais dos nomes dos noivos.

Convites de casamento com cera laca como se casar na ItáliaExistem artesãos especializados em letras rebuscadas e medievais que são escritas nos convites para casamento.

Muitos casais escolhem fazer o convite personalizado feito em casa, comprando os papéis especiais e canetas em lojas especializadas e confeccionando individualmente cada um.

Como sou uma pessoa que gosta de artesanato e tenho uma boa caligrafia realizei sozinha os nossos convites de casamento. É muito chique na Itália usar convites confeccionados artesanalmente.

Uma curiosidade é que nos convites de casamento italiano não se usa a cor preta nas escritas, pois é considerado de mal gosto e símbolo de luto. Os nossos convites foram escritos com a cor marrom.

Outra coisa é que os convites, segundo as regras de etiqueta italiana, devem ser entregues com no mínimo 3 meses de antecedência.

Vestido de noiva e traje do noivo

Como se casar na Itália fazendo belas fotosComo se casar na Itália alugando um vestido de noiva de produção italiana? Esqueça, na Itália existem pouquíssimas lojas que alugam vestidos de noivas e se encontram, principalmente, em grandes cidades como Roma e Milão. Aqui as noivas compram o vestido. Inclusive tenho o meu guardado na casa dos meus sogros.

O preço dos vestidos de noiva varia de 600 euros para os de produção chinesa podendo chegar 10.000 euros ou mais para os vestidos comprados e assinados por estilitas famosos. Em média um vestido de noiva feito na Itália custa de 1.500 a 3.000 euros.

Já para o noivo a escolha é muito mais ampla, pois se podem comprar trajes a preços bem mais baixos e de marca. Com 400 euros é possível comprar um terno Armani, por exemplo.

Bombonieres e confetes

A tradição de entregar aos convidados bombonieres veio da França e chegou na Itália no final do século XV. O nome bomboniere nasceu do costume dos nobres franceses de trazerem em seus estojos doces à base de açúcar, em Francês bon bon; mas é apenas em 1700 com o casamento de Vittorio Emanuele, o príncipe de Nápoles e Elena de Montenegro, que o doce torna-se parte da tradição matrimonial italiana.

como se casar na Itália exemplo de bomboniere usadas nos casamentos na ItáliaOs noivos como sinal de agradecimento a todos os convidados que participam à celebração do casamento entregam uma bomboniere que deve ser feita de cristal, prata, limoges (porcelana francesa) e deve ser igual para todos os convidados.

A bomboniere é entregue junto com os confetes. O confete é um tipo de docinho com uma amêndoa ou chocolate dentro e revestido de açúcar fora.  A tradição italiana diz que deve ser macio e, de preferência de amêndoa. São colocados nas bombonieres ou saquinhos em número ímpar, indivisíveis, como deve ser o casamento e precisamente 5 como as qualidades que nunca devem faltar na vida dos cônjuges: saúde, riqueza, felicidade, vida longa, fertilidade e espiritualidade. Para não correr o risco de errar e ter azar, no nosso casamento seguimos todas as tradições italianas.

como se casar na Itália a escolha dos confetes usados nos casamentos na ItáliaA tradição italiana exige também que a noiva e o noivo percorram as mesas após o corte do bolo, onde o noivo vai carregar a bandeja de prata com os confetes, enquanto a noiva irá servi-los aos convidados sempre em números ímpares, com uma colher de prata.

Os melhores confetes italianos são feitos na cidade de Sulmona e são chamados confetes de Sulmona. Uma caixa de confetes de boa qualidade custa em média de 30 – 50 euros e pesam 1kg.

Location, restaurante e/ou catering e cardápio

A parte mais cansativa dos preparativos de como se casar na Itália sem dúvida nenhuma é a escolha da location, restaurante e/ou catering e cardápio, pois as opções são inúmeras. Existem villas, palácios, castelos, agriturismos, hotéis, restaurantes que disponibilizam o seu espaço para festas de casamento.

Normalmente, nos palácios, castelos e villas é possível alugar a estrutura (location) e depois alugar um serviço de catering para realizar a parte do buffet e servir os convidados. O aluguel de um castelo ou palácio tem preços muito variáveis, mas os valores partem de no mínimo 2.000 euros para o aluguel diário de uma sala e não são todos os lugares que possuem o serviço de restaurante ou mesmo mesas, cadeiras, etc.

Quando começamos a escolha da location fizemos diversas visitas em várias estruturas, para ter uma ideia de qual tipo poderia satisfazer melhor as nossas exigências e expectativas em termos de espaço, preço e qualidade dos pratos servidos e rapidez do atendimento. Nessa fase, os finais de semana são usados para conhecer locations e se sai para almoçar ou jantar, muitas vezes,  com o intuito de conhecer o serviço do restaurante.

Visitamos restaurantes, hotéis 5 estrelas, agriturismos em vários lugares e castelos medievais. Depois de selecionar alguns lugares, entramos em contato para agendar um horário e discutir um orçamento.

Agendamos horários com umas 10 locations e tendo em vista a data escolhida, preço e serviço oferecido sobraram 3 que realmente poderiam estar dentro do nosso orçamento e que tinham nos interessado bastante. Nós escolhemos um agriturismo porque serviam o assado argentino, ou seja, um tipo de churrasco que ajudou-me a sentir mais perto das minhas origens.

Os preços por pessoa para uma refeição partem de 60 euros e compreendem: um coquetel de recepção em forma de buffet com espumantes italianos, aperitivos, águas, um serviço a la carte com entradas, dois tipos de primeiro prato, um ou dois tipos de carnes, frutas e doces de confeitaria,  vinhos e água livres incluídos no preço. Como regra geral, a torta deve ser encomendada em uma confeitaria e não entra no preço do serviço.

Cerimônia no religioso e civil

Existem dois tipos de cerimônias para casar na Itália, a cerimônia religiosa e a cerimônia civil. Uma dica importante se você está procurando como se casar na Itália com uma cerimônia romântica é realizar a cerimônia somente no civil em uma location totalmente modelada para as suas exigências alugando uma villa ou uma tenuta em um Burgo Medieval ou na praia.

Na cerimônia religiosa é possível enfeitar a igreja com flores, mas se deve sempre dizer ao padre o tipo de enfeites florais que se deseja usar. Existem padres que não permitem uma quantidade muito grande de flores na igreja. Além disso, a cerimônia religiosa prevê uma contribuição voluntária para a igreja para ajudar na limpeza e outras obras sociais. A família dos noivos, geralmente, fazem uma doação para a igreja com valores que partem de 200 euros.

A cerimônia civil é, normalmente, realizada no comune (prefeitura) e a autoridade competente para celebrar a união é o síndaco (prefeito). Existem comunes que disponibilizam dois tipos de locais para a celebração do rito civil, uma sala normal onde não se paga nada para o uso ou alguma sala dentro de um palácio antigo que deve ser reservada com bastante antecedência e se pagam taxas bem elevadas.

As salas especiais em Palácios históricos são escolhidas por casais que não celebram o casamento no religioso e desejam que os convidados possam participar da cerimônia.

como se casar na Itália o Palácio Público de San Marino para cerimônias no civilNós realizamos o nosso casamento no civil na República de San Marino, pois meu marido é sammarinese e a cerimônia religiosa em uma igreja em Rimini na Itália.

A sala do Palácio Público de San Marino onde ser realizam as celebrações de matrimônio civil é maravilhosa, mas não realizamos o nosso rito civil nela, porque a celebração principal seria na igreja. O custo do aluguel para a sala do Palácio Público em San Marino é em torno a 200 euros.

 

A festa

Como se casar na Itália organizando uma festa para poucas pessoas? Fácil, as festas de casamento na Itália não são tão exageradas como no Brasil. Por aqui tudo é mais simples, inclusive os convidados se vestem com vestidos elegantes mas não de festa. Os italianos possuem muitas regras de etiqueta na questão do que é apropriado vestir em ocasiões especiais.

As regras de etiqueta de como se casar na Itália dizem que os convidados devem usar trajes de cerimônia. Os trajes de cerimônias para mulheres são vestidos até o joelho ou saias e blusas (tailleur) que respeitem o horário da celebração no que diz respeito a cor a ser escolhida. Os homens devem vestir terno e gravata. É um erro gravíssimo para os italianos, homens que vestem smoking e mulheres que usam vestidos longos (iguais aos da premiação do Oscar) em festas de casamento.

Um outro detalhe interessante das festas na Itália é que será muito difícil você encontrar um restaurante que sirva buffet, pois a maioria dos italianos odeia comer os pratos principais em um buffet. Buffets são permitidos somente para a parte do coquetel.

A festa de casamento na Itália é bastante parecida com as realizadas no Brasil. Os noivos personalizam a festa de acordo com os gostos particulares, escolhendo músicas, decoração das mesas etc. No nosso casamento contratamos um DJ que fazia a animação da festa e ele organizou uma série de brincadeiras legais conosco que envolviam também os convidados.

Festa de casamento na ItáliaO dia que nos casamos fez um calor fora de época para setembro e no final da nossa festa alguns amigos do meu marido atiraram ele de roupa e tudo dentro da piscina. Acabou que para entrar na festa e diminuir o calor eu também entrei junto.

 

 

 

 

 

 

***

Você poderia se interessar também pelo artigo sobre Costa Amalfitana e Capri se está organizando sua lua de mel na Itália.

One thought on “Como se casar na Itália: da organização dos preparativos à festa

  1. Rochele

    O casamento de vocês foi maravilhoso! Tudo lindo, gostoso e de extremo bom gosto!

Escreva seu comentário