Conhecendo o Val d’Orcia na Toscana

Localizado entre as províncias de Siena e Grosseto no sul da Toscana, o Vale é atravessado pelo rio Orcia que deu origem ao seu nome. Para preservar toda a biodiversidade que existe no Val d’Orcia, a área do Parque foi instituida Patrimônio Mundial da UNESCO desde 2004.

Turismo na Itália: a bela região do Val d’Orcia na Toscana

O Val d’Orcia sem dúvida é uma das regiões mais bonitas da Itália onde é possível admirar a sua natureza exuberante em harmonia perfeita com as suas construções históricas. Castelos medievais, abadias, corredores de ciprestes, campos de girassóis e de trigo na cor de ouro, colinas cobertas de parreirais e oliveiras são apenas alguns dos elementos que compõem as fantásticas e harmoniosas paisagens desse vale.

As principais cidades do Val d’Orcia são: Montalcino, Castiglione D’Orcia e Pienza.

Em termos turísticos, o Val d’Orcia não tem a mesma popularidade que as grandes cidades turísticas italianas, sendo poucas as agências de turismo brasileiras que oferecem pacotes direcionados para a região.

O melhor modo de conhecer o Val d’Orcia é de carro e o melhor período do ano, com certeza, é de maio a setembro. Em maio e junho você ficará apaixonado pelos campos de girassóis e em setembro você poderá acompanhar a colheita da uva e a preparação do vinho. Um itinerário de 3 dias é suficiente para quem deseja conhecer a região e aproveitar as maravilhas culinárias e paisagísticas.

No Val d’Orcia é produzido um dos vinhos toscanos mais caro e famoso no mundo: o Brunello di Montalcino; além do Rosso di Montalcino e do DOC Orcia. O cultivo das videiras é feito nas colinas de Montalcino que podem ser admiradas subindo nas torres da Fortaleza (séc. XIV) de Montalcino. Dentro da Fortaleza, tem uma pequena loja onde você pode provar o vinho Brunello di Montalcino, vendido em cálices, ou apenas se impressionar com os valores das garrafas de vinhos de safras consideradas as melhores.

Fortaleza de Montalcino no Val d'Orcia

Viajar pelas estradas do Val d’Orcia é como entrar no túnel do tempo, onde em cada cidadezinha visitada você terá a impressão que o tempo quase parou por lá. Para quem não sabe, o filme O Gladiador teve suas cenas filmadas no Val d’Orcia. Neste vale, muitos pintores renascentistas inspiraram as suas obras mais importantes observando abadias, aldeias, castelos e vilas.

Em Castiglione d’Orcia você encontrará a fortaleza, Abbadia San Salvatore e sua antiga abadia beneditina. Radicofani fica em uma colina com vista para o vale, com a sua imponente torre. Montalcino, dominada pela fortaleza do século XIV, oferece um panorama único, ideal para um passeio e para fazer compras de vinhos e souvenirs da região.

Vista do alto do Vale d'Orcia

Para um percurso culinário nada melhor do que descobrir Pienza. Conhecida como a cidade ideal: pensada e planejada por Papa Pio II, é um verdadeiro monumento renacentista a céu aberto. Em Pienza, você poderá passear pelas pequenas ruas e becos com nomes sugestivos como a Rua do Beijo (Via del bacio) e escolher um pequeno restaurante para provar os produtos locais, como o azeite de oliva extra virgem intenso e o pecorino de Pienza (queijo típico feito com leite de ovelha). Pienza é também uma boa opção para dormir com os seus pequenos, aconchegantes e românticos agriturismos ou bed and breakfast.

Restaurante em Pienza no Val D'Orcia

Depois de um dia inteiro dedicado a visitar museus, castelos antigos e abadias, você pode finalmente relaxar em um dos muitos banhos termais na área, como o de Bagno Vignoni ou Bagni di San Filippo. Porém, antes de sair em viagem para mergulhar-se nas águas termais e aproveitar os espaços a céu aberto para um pic-nic, passe em um supermercado em Pienza e compre produtos locais para você mesmo preparar o seu sanduíche. Na sua cesta não poderá faltar o bom presunto toscano (prosciutto toscano), pão tradicional toscano sem sal, queijo pecorino di Pienza, os salames de Cinta Senese e os patês feito de fungos, fígado (tradicional toscano), azeitonas.

Bagno Vignoni irá surpreendê-lo: você vai encontrar-se em um pequeno vilarejo com uma grande piscina termal antiga renascentista na meio da praça e casas antigas em torno. Nesta piscina os romanos tomavam banho e descansavam os cavalos depois de uma jornada percorrendo a via flamínia.

Piscina termal em Bagno Vignoni no Val d'Orcia

Bagni di San Filippo é uma pequena cidade-spa a céu aberto pouco frequentada por turistas. É possível tomar banho diretamente nas piscinas naturais de águas quentes termais sulfurosas o ano inteiro ou ainda fazer um tratamento com o lodo termal. Para os amantes da natureza o Parque do Fosso Bianco será o lugar ideal para relaxar e fazer um pic-nic. É nele que se encontra o córrego termal com várias nascentes de águas quentes em uma sucessão de piscinas naturais. Você poderá relaxar nas piscinas enquanto aprecia os detalhes das formações calcárias de formas sugestivas que inspiraram nomes como a baleia branca ou o glacial.

Fosso Bianco de Bagni di San Filippo no Val d'Orcia

Não é atoa que o Val d’Orcia é sempre cenário de filmes e das mais belas fotos da Toscana que parecem ter saído de um pedaço do paraíso.

* * *

 

2 thoughts on “Conhecendo o Val d’Orcia na Toscana

  1. Rochele

    Ivana te prepara! Na próxima ida a Itália vamos querer conhecer!!!

  2. […] O ingresso na cascata do moinho (Cascata del Mulino) é grátis e as águas formam piscinas naturais que são muito amadas para banhos relaxantes e também tratamentos de saúde. Você pode obter outras informações sobre fontes termais da Toscana dentro do artigo Conhecendo o Val d’Orcia na Toscana… […]

Escreva seu comentário